Criminalidade faz igrejas investirem em sistemas de segurança - Notícias - Instituto Jetro

carregando...

Criminalidade faz igrejas investirem em sistemas de segurança


Publicado em 09.03.2017

A violência não tem poupado nem mesmo igrejas e templos religiosos dos alvos dos criminosos. Tal vulnerabilidade vem levando instituições a investirem cada vez mais em métodos e equipamentos para garantir a segurança dos fiéis. De acordo com uma pesquisa realizada pela Folha de São Paulo, 65% das paróquias da capital paulista já sofreram algum tipo de roubo ou furto. Segundo o Sindicato da Segurança Privada e Segurança Eletrônica de São Paulo (SESVESP), somente 2% destes templos possuem proteção, como câmeras ou seguranças particulares.

Para remediar esta situação, uma das medidas adotadas pelo pastor Odair Santos, da Igreja Evangélica Jesus Cristo dos Últimos Dias, foi instalar duas câmeras de segurança no local e pedir para que colaboradores e fiéis evitassem manter dinheiro e objetos de valor dentro do templo. " Temos fé e acreditamos que nada de grave acontecerá com ninguém, mas já tivemos casos de pessoas serem furtadas e até mesmo assaltadas na porta da igreja. Por isso, instalamos duas câmeras de segurança - uma aqui dentro e outra lá fora. Se alguém tentar algo, podemos mostrar as imagens, que ficam gravadas, para a polícia identificar os criminosos", explica.

Uma série de avanços tecnológicos tem ocorrido na área da segurança eletrônica. O mercado implantou diferentes tipos de sistemas, entre eles, os integrados que tornaram possíveis unir alarme, controle de acesso e câmeras de segurança. Já o armazenamento em nuvem - outra inovação da área - consiste na captura das imagens geradas através das câmeras de segurança que são digitalizadas, compactadas e transmitidas via internet, disponibilizando imagens e áudios que podem ser acessados por ilimitados usuários, de forma simultaneamente e até mesmo a partir de um dispositivo móvel, como smartphones, tablets e notebooks.

Empresas têm se especializado nestes tipos de serviços e, atualmente, oferecem opções de monitoramento que são especiais para quem deseja ter mais segurança. Marcas, sistemas e produtos como estes poderão ser encontrados na Church Tech Expo 2017 - uma feira internacional exclusiva de Inovação, Infraestrutura e Soluções para Templos e Igrejas que acontece de 6 a 8 de junho em São Paulo.

Além da segurança dos fiéis, a preocupação é também com os valores arrecadados através do dízimo que, na maioria das circunstâncias, são mantidos dentro dos templos. Pensando nisso, o Grupo Protege, maior companhia de segurança privada do país, apresentará, durante a Church Tech Expo, o Cofre Inteligente, equipamento que oferece total segurança do caixa e acompanhamento das movimentações feitas em dinheiro, facilitando transações financeiras de pequenos a grandes estabelecimentos. Além disso, a companhia apresentará soluções completas de serviços de numerário e aparato de segurança (patrimonial e eletrônica), com monitoramento de vídeo e alarme para os visitantes da feira.

Fonte: Bem Paraná, 06/ 03/ 2017

O conteúdo das notícias é de responsabilidade de seus respectivos autores e veículo de comunicação, não refletindo necessariamente a opinião do Instituto Jetro.