China proíbe venda de Bíblias em livrarias online - Notícias - Instituto Jetro

carregando...

China proíbe venda de Bíblias em livrarias online


Publicado em 06.04.2018

Na última semana, internautas chineses perceberam que as plataformas mais populares de e-commerce da China, dentre elas a Amazon, não listavam mais a Bíblia Sagrada entre os produtos disponíveis para compra. A notícia foi divulgada por Christianity Today com base em informações do site South China Mornig Post e o Australian Broadcasting.

Além da Amazon, outros sites chineses como o Taobao, Jingdong e Dang Dang não listam mais a Bíblia Sagrada entre os produtos para venda. De acordo com o Australian Broadcasting, a palavra bíblia pode ter sido censurada pelo governo Chinês, já que até 30 de março uma análise havia mostrado um aumento significativo na busca pela palavra, mas em 1º de abril a análise não encontrou mais nenhum registro.

Christianity Today informou ainda que "dois dias antes de as Bíblias serem banidas da compra on-line, o governo chinês divulgou um documento descrevendo como pretende promover o "cristianismo chinês" nos próximos cinco anos. Segundo o documento, um dos principais objetivos do governo é reinterpretar e retraduzir a Bíblia, a fim de melhorar o cristianismo e a teologia de estilo chinês".

Clique aqui Clique aqui e leia a matéria na íntegra (em inglês).

Fonte: Ultimato, 06/ 04/ 2018

O conteúdo das notícias é de responsabilidade de seus respectivos autores e veículo de comunicação, não refletindo necessariamente a opinião do Instituto Jetro.