Entrevistas

Compartilhe

Capacitando para liderar


Fundador do Instituto Jetro e diretor superintendente do Consórcio União, Rodolfo Montosa é bacharel em Teologia, Administração de Empresas pela FGV e MBA pela USP.  

foto de Rodolfo Garcia Montosa

 

Quais são os principais papéis da liderança de uma organização?
Rodolfo -
 Em relação às pessoas, a liderança tem as principais funções de facilitador e monitor; em relação às tarefas, as funções ficam por conta de coordenador e mentor; em relação às operações, devem desempenhar as funções de produtor e diretor; e em relação aos desafios do ambiente externo, deve ser negociador e inovador. Assim, essas oito principais funções sintetizam os papéis a serem exercitados pela liderança, seja ela uma pessoa ou uma equipe de trabalho.

Como identificar capacidades dentro da equipe?
Rodolfo -
 Para cada uma dessas funções existem capacidades ou competências necessárias. O que pode acontecer é que as capacidades presentes na equipe não respondem às necessárias para o desempenho das funções. O que fazer então? Em primeiro lugar, é identificar as capacidades presentes e as faltantes. Para aquilo que não está disponível, deve-se investir desenvolvendo ou trazendo novos talentos.

O que é necessário para realinhar a equipe de trabalho a partir das capacidades?
Rodolfo - 
Coragem e muita motivação para tomar decisões. Encarar os limites de frente, ter a disposição de superar limites, acreditando nas pessoas acima de tudo. Entender que o processo pode levar tempo, sendo necessário muita persistência para se atingir os objetivos. Muita conversa, avaliação, paciência e alegria na caminhada.

Como fazer isso em ministérios aplicando princípios bíblicos e sem preterir outros?
Rodolfo -
 O primeiro passo é reafirmar com muita clareza a missão do ministério em pauta. Em seguida, analisar as forças e fraquezas presentes. Para as fraquezas, planejar as ações necessárias para reverter o quadro. Além das competências, e talvez antes de tudo, deve-se buscar avaliar o coração em relação ao ministério. Devemos lembrar que nos evangelhos Deus usou pessoas comuns, com coração tratado, e os encheu de dons e talentos.

Qual o ponto de equilíbrio entre a capacidade e a unção?
Rodolfo -
 Penso que capacidade é outro nome para unção. Em certo sentido, unção significa dom ou talento dado pelo Espírito Santo revestido por uma motivação correta. Parece que somente a palavra capacidade não traz necessariamente um coração realmente interessado em cumprir a vontade de Deus. Assim, esse equilíbrio é saber fazer com a motivação correta. Capacidade e coração é o desejável.

Como proceder com os menos capazes da equipe?
Rodolfo -
 Todos devem ter oportunidades de se desenvolverem. Devem ter consciência disso, em primeiro lugar, e serem orientados em como crescer. Daí que uma das funções da liderança é a de ser mentor. O mentor dedica-se ao desenvolvimento das pessoas mediante orientação cuidadosa e de empatia. Em geral, é solícito, atencioso, sensível, afável, aberto e justo; escuta e apóia reinvidicações legítimas, transmite apreciação e distribui elogios e reconhecimentos.

Treinamento, a partir dessa visão, torna-se essencial?
Rodolfo –
 Em certo sentido, as pessoas são recursos a serem desenvolvidos. A premissa que as pessoas sabem o que estão fazendo deve ser checada com objetividade. Pense em um atleta. É claro que existem aptidões naturais. Mas quantas horas de treino e capacitação? Isso é aplicável a várias áreas do ministério.

Por que as pessoas ainda têm rejeição quando se fala em sistemas de avaliação de desempenho?
Rodolfo -
 É muito difícil receber avaliação que seja isenta o suficiente para dizer o que está bom e o que não está. Também temos o fato de as avaliações não serem objetivas e abrangentes o suficiente. Para completar, não temos uma cultura de assertividade.

Como o Instituto Jetro pode cooperar para auxiliar igrejas, ministérios e/ou instituições que desejam fazer um raio-x da situação atual de sua equipe?
Rodolfo -
 Temos trabalhado com algumas pesquisas e elaboração de sistemas de avaliação a partir das competências para cada função, cargo ou papel. Já temos feito em aplicações diferentes com resultados surpreendentes. A aplicação é tanto para igrejas como para ministérios ou organizações cristãs. Além da elaboração, podemos ajudar também nos processos de devolutivas dos resultados obtidos.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com