Entrevistas

Compartilhe

Fé no trabalho


Masa da Amazônia é uma fabricante de componentes plásticos para eletrodomésticos sediada em Manaus e que foi considerada a “melhor empresa para se trabalhar” pelo segundo ano consecutivo. Este é o primeiro caso de bicampeonato na história do prêmio do Guia da Editora Abril.

Entre outras ações, em 1993, a MASA criou uma escola onde 100% dos colaboradores tiveram a oportunidade de completar os ensinos fundamentais e médio. Quase todos os projetos de saúde e bem-estar da empresa incluem os seus familiares e 20% de seus quase 1.000 colaboradores são voluntários.

Em posição estratégica nesta empresa premiada está a psicóloga Kellenn Osmidio Ferreira Lima que é a gerente de gestão de pessoas. Ela congrega na Igreja Metodista Wesleyana e há 14 anos atua na área de Gestão de Pessoas sendo também especialista em marketing e empreendedorismo. Nesta entrevista ela nos conta como lida com o desafio de praticar a fé dentro da Masa, os valores envolvidos nas práticas da sua área e o seu relacionamento com líderes e liderados. Confira na íntegra!

foto de Kellenn Osmidio Lima

De que forma os valores bíblicos influenciam a sua forma de gerir os recursos humanos?
Kellenn -
 Deus está presente em todas as minhas decisões, tanto nas pessoais quanto nas profissionais. Todos os dias aprendo mais e mais com a sua Palavra. Sem dúvida, todos os valores que norteiam a minha vida são frutos desse aprendizado. Para mim, gerir recursos humanos significa dar o melhor para que as pessoas sintam-se respeitadas, tenham oportunidades de desenvolvimento, possam expressar a sua criatividade e, acima de tudo, sejam valorizadas. Na MASA, acreditamos que pessoas felizes geram sempre os melhores resultados, nesse sentindo, valores bíblicos como servir, perdoar, agir com justiça, compreender, amar, entre outros, permeiam as nossas tomadas de decisão e, diariamente, também fazem parte da cultura da empresa.              

Você poderia dar exemplos de práticas de RH já adotadas na empresa as quais você considera que glorificam a Deus?
Kellenn -
 Diariamente a empresa disponibiliza espaços para que as pessoas façam grupos de oração. No último domingo de cada mês os colaboradores evangélicos podem realizar um culto na empresa e, para que todos possam ser convidados, a empresa disponibiliza todos os veículos de comunicação interna.Outra ação muito especial é o casamento coletivo, uma linda festa realizada anualmente para todos os colaboradores que quiserem participar. A empresa patrocina alianças, despesas com o cartório, transporte para os noivos e convidados, convites, lembranças e uma jantar especial em renomado salão de festas da cidade. Com essa oportunidade, todos os casais que viviam maritalmente ganharam a oportunidade de oficializar a união como nos ensina a palavra de Deus. O programa está na 5ª. edição e mais de 200 casais foram beneficiados. Existem muitos programas voltados para a comunidade onde os evangélicos têm total espaço para falar de Jesus à crianças e adultos.    

Alguma vez você teve a sua fé confrontada diretamente no ambiente de trabalho?
Kellenn 
- Quando aceitei Jesus e passei a fazer parte do Corpo de Cristo tive receio de como isso seria aceito pelos colegas de trabalho, principalmente quando fui promovida a Gerente de Gestão de Pessoas há 4 anos. Graças ao meu Deus, que honra os seus filhos, nunca fui confrontada diretamente, no entanto, sempre trabalhei até tarde e, aos finais de semana, sempre tínhamos reuniões de diretoria. Como fazer para ir à escola dominical ou aos grupos familiares durante a semana? Por algum tempo não tive coragem de me manifestar mas sentia que eu e Deus não estávamos felizes com a situação. Um dia meu esposo começou a dar aula na escola dominical e também foi eleito líder do grupo de louvor. Fui um domingo acompanhá-lo e fiquei encantada com o trabalho. Durante a semana Deus tocou muito no meu coração para que eu pudesse apoiar o meu esposo nesse trabalho. Como fazer? Orei durante dias e, na certeza de que Deus estava comigo, procurei meu líder e disse à ele que iria iniciar um trabalho aos domingos em uma Igreja e que provavelmente não poderia estar em todas as reuniões, mas prometi me esforçar ao máximo para conseguir estar alinhada aos assuntos recebendo informações dos outros gerentes. Sei que o pedido não foi muito bem recebido, mas ele aceitou. Semanas se passaram e eu me evolvi 100% com as atividades da igreja. Passei a cantar no grupo de louvor, aceitei dar aula na escola dominical e logo após os irmãos me elegeram Superintendente da Escola Bíblica. Fui convidada pelo meu pastor a ser pregadora local e também assumi a vice presidência da Junta Administrativa. O Senhor Jesus honrou a minha decisão e aos poucos as reuniões durante os domingos foram deixando de acontecer, e, aos sábados, tornaram-se cada vez mais escassas. Os dois anos em que mais me dediquei ao trabalho do Senhor foram justamente os dois anos em que a MASA foi eleita como a melhor empresa para se trabalhar no Brasil. A única bi-campeã do Ranking para honra e glória do Senhor Jesus!

Você crê que seu trabalho é uma missão? Por que?
Kellenn -
 Creio de todo o meu coração. Durante quase 15 anos de empresa o Senhor me fez vivenciar experiências únicas. Foi na MASA que pude perceber o verdadeiro valor de amar ao próximo. Quando ainda era estagiária, Deus colocou no meu coração o desejo de realizar um projeto de alfabetização para muitos dos colaboradores que não sabiam ler e escrever. Graças à ele, o projeto foi aprovado e a fábrica se transformou em uma grande escola. Foi fantástico ver pessoas com mais de 60 anos lendo e escrevendo pela primeira vez. Pensei: Agora podem ler a Bíblia! Passados 6 anos, todos formaram no ensino médio. Aprendi com a humildade deles e verdadeiramente os amo até hoje.  Muitas vezes fui convidada a conduzir projetos da empresa onde o Senhor me dava inúmeras oportunidades de falar do seu amor. Não importava o cargo que eu ocupava, Deus sempre me dava oportunidades para pregar o Evangelho, inclusive para os líderes mais estratégicos da companhia. De uma forma muito especial Ele sempre esteve presente comigo nos momentos em que precisava tomar as decisões mais difíceis e, quando estava cansada ele sempre me encheu de esperanças. Hoje luto pela felicidade das pessoas. Falo de Jesus todos os dias a alguém, ainda que de formas sutis como um “Deus te abençoe” ou um “Fique com Deus” ao final de um e-mail rotineiro de trabalho. Em todos os eventos onde preciso realizar palestras sempre finalizo dizendo aos colaboradores “Que Deus os abençoe e os proteja em nome de Jesus”. Sinto no meu coração que Deus me deu essa missão. Não só a mim, mas também à muitos colegas evangélicos que tenho aqui.

De que forma você se relaciona com outros cristãos na empresa? É comum os irmãos pedirem favores ou desejarem um atendimento diferenciado?
Kellenn -
 Temos um relacionamento amigável e profissional. É comum dizermos assim: Amigo você pode orar por mim ? Vou participar de uma reunião importante e gostaria que o novo projeto fosse aprovado.Nunca tive casos de desejarem atendimento diferenciado. Creio que isso aconteça pelo fato da MASA ser uma empresa muito especial onde todos os colaboradores já recebam um tratamento especial também.

Seus superiores sabem que você é cristã? Que retornos você tem obtido deles em relação à sua fé?
Kellenn -
 Graças a Deus o meu líder sabe e sinto que ele possui muita credibilidade no meu trabalho. Recentemente passamos por uma grande crise mercadológica na empresa e um dia, talvez em função das grandes dificuldades, ele pediu oração. Fiquei muito feliz! Peço sabedoria ao Senhor Jesus todos os dias para realizar as minhas atividades com amor e que as pessoas possam reconhecer o seu amor na minha vida.

Que dica ou conselho você daria para aqueles que se sentem frustrados por não darem frutos espirituais no ambiente de trabalho?
Kellenn -
 Em primeiro lugar reforço o que está escrito no livro de Lucas – Não há impossíveis para Deus! Meus amados, lembrem-se de todas as promessas maravilhosas que o Senhor Jesus deixou para os seus filhos: NEle somos mais que vencedores; Todas as coisas cooperam para o bem dos que o amam;  Suas misericórdias não têm fim e se renovam a cada manhã.  Temos uma ferramenta poderosa que é a Oração. Então ore! Não desista de clamar ao Senhor ! Lembre-se de Êxodo 8, quando Moisés estava em cima do monte com o seu bastão intercedendo por Josué e seus soldados em mais uma batalha, dessa vez, contra os Amalequitas. Todas as vezes que o bastão baixava, os Amalequitas venciam e quando ele o erguia, Josué  passava a ganhar a batalha. Com a ajuda de Arão e de Hur, Moisés persistiu e ergueu o bastão até o fim, mesmo estando muito cansado. Graças a sua persistência, o Senhor deu à eles a vitória. Muitos momentos em meio às dificuldades nos sentimos fracos e frustrados, mas nunca se esqueça de que o Senhor é fiel e que ele quer que você seja um vaso de bênçãos no seu trabalho. Não tenha vergonha de assumir o seu amor por Cristo. Creia no poder da oração! Com certeza, muitas vidas serão alcançadas através do seu testemunho. Que Deus te abençoe.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com