Sempre-mais - Conselho de Jetro - Instituto Jetro

carregando...
Home > Conselho de Jetro > Sempre-mais

Conselho de Jetro


Sempre-mais

Sempre-maisNão são apenas "os perversos acionistas" que querem sempre obter maiores rendimentos, todos nós queremos sempre-mais: ter sempre mais, saber sempre mais, vivenciar sempre mais, poder sempre mais, produzir sempre mais, alcançar sempre mais. Não estamos satisfeitos com o que temos. Não basta um casaco ou uma jaqueta para cada estação do ano; para cada ocasião, devemos ter a roupa adequada, e precisamos sempre ainda mais. As metas das férias são colocadas sempre mais longe. As casas, sempre maiores; o antigo deve ser substituído pelo moderno, mais bonito. Por trás desse sempre-mais, em suas diversas variantes, esconde-se o anseio por mais-viver. Queremos ter mais da vida e buscamos este mais-viver acima de tudo no plano do consumo e das emoções. O que desencadeia esse ímpeto por sempre-mais? É apenas a sedução da propaganda? Ou a propaganda apenas aproveita uma tendência fundamental já existente em nós? Por trás da ânsia acha-se o medo de vir menos e de não conseguir o suficiente. (...) Jesus diz, intransigentemente, que não devemos gastar mais do que o necessário do nosso tempo com coisas deste mundo; em contrapartida, nosso esforço deve dirigir-se ao mundo espiritual, ao "Reino de Deus". Somente ali o sempre-mais produz ricamente bons frutos. "Depois lhes disse: Precavei-vos cuidadosamente de qualquer cupidez, pois, mesmo na abundância, a vida do homem não é assegurada por seus bens" (Lc 12,15). Anselm Grun e Friedrich Asslander em Administração espiritual do tempo.

 

Leia mais: 
Escravidão profissional
Bezerros de ouro
Quais são suas metas?