Conselho de Jetro

Compartilhe

Deus e o próximo são os fins

Deus e o próximo são os finsPodemos cair na tentação da inversão. A inversão de que  Deus e o próximo podem se tornar meios. Assim, Deus  e o próximo tornam-se meios para minha realização  pessoal e ministerial. O fim passa a ser eu mesmo, meu  sucesso, minha igreja e minha denominação. Deus,  como meio, deixa de ser uma relação de comunhão para  se transformar em uma relação de estratégia. Quando  abandonamos as genuínas e verdadeiras motivações,  na verdade estamos abandonando o próprio Deus e Sua palavra. Quando se abandona o primeiro amor, o que se vive é uma inversão. Biblicamente falando, Deus e o próximo são os fins. A finalidade e o propósito da nossa vida e ministério são Deus e, a partir Dele, o próximo. Quando se vive uma inversão, é necessário arrependimento. Perceba que para cinco igrejas (Éfeso, Pérgamo,Tiatira, Sardes e Laodiceia) Jesus pediu uma coisa em comum: arrependimento!.  Uma Igreja sem propósitos, organizado por Jorge Henrique Barro.

Leia também
A humildade permite o trabalhar de Deus
É preciso morrer