Rodolfo Garcia Montosa - Autor - Instituto Jetro

carregando...
Home > Autores > Rodolfo Garcia Montosa

Rodolfo Garcia Montosa

Rodolfo Garcia Montosa

Graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP e Teologia pela FTSA, pós-graduado em Administração Financeira pela FGV-SP e MBA Executivo pela USP- SP.

É diretor e fundador do Instituto Jetro. Foi colunista da Revista Igreja e da Revista Saber e Fé. Fez parte dos Conselhos da Editora Mundo Cristão, e atualmente faz parte da Missão Portas Abertas e da Fundação Eduardo Carlos Pereira.

Pastor titular da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina e empresário no setor de serviços, sendo diretor presidente da BR Consórcios, empresa que administra diversas marcas de Consórcios no Brasil.


Veja os artigos de Rodolfo Garcia Montosa

  • Evitando a ira desenfreada

    Reflexão

    Você está irado agora? Quem nunca passou por um momento de grande ira desenfreada, daqueles que nos faz explodir em reações que certamente nos arrependeremos depois, ou nos faz implodir, causando danos de difícil recuperação em nosso mundo interior ?

  • O cuidado com as finanças 2

    Finanças e Contabilidade

    Em primeiro lugar é o reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas vem a reboque. A locomotiva da sua e da minha vida não é o dinheiro. Não podemos fazer do dinheiro o nosso senhor. Confira alguns consellhos conceituais do cuidado com as finanças.

  • O cuidado com as finanças

    Finanças e Contabilidade

    A gente acaba pedindo para Deus abençoar as receitas, as entradas, mas eu pergunto: Nós estamos orando ao Senhor pedindo discernimento, prudência, um coração precavido e cauteloso,que não se mete em situações além do que pode? Temos cuidado das finanças?<

  • O cuidado na vida de Jesus

    Reflexão

    Você já pensou no cuidado na vida de Jesus? Ele recebeu cuidado, deixou-se ser cuidado, buscou cuidado, compadeceu-se do descuidado, exerceu o cuidado e recomendou o cuidado. Veio para nos ensinar e nos deixar uma herança de cuidado.

  • O cuidado com a alegria

    Reflexão

    Alguns têm a imagem de Deus como sendo carrancudo e triste. Grande engano! As Escrituras deixam claro que nosso Pai Celestial é cheio de paz e muito alegre. Jesus alegrou as pessoas, Jesus alegrou-se com as pessoas e Jesus alegra quem está na missão.

  • O cuidado com a solitude

    Liderança Pastoral

    Muito diferente da solidão que todos temem e não é saudável, a solitude é o estado de privacidade de uma pessoa na presença de Deus.É um tempo de reflexão,meditação e busca de consciência de si mesmo e do mundo ao redor, para ouvir a voz de Deus.

  • Libertos da tirania da separação familiar

    Liderança Pastoral

    É importante discernir quais tem sido as maneiras de separação moderna. Talvez mais indireta e sofisticada, nossas famílias correm o risco de serem enfraquecidas e dominadas pelo Egito. Palavras, gestos e agenda podem aproximar, ou afastar.

  • O cuidado com a comunhão

    Gestão de Pessoas

    Aquele que não pode estar sozinho, tome cuidado com a comunidade. Aquele que não está em comunidade, cuidado com o estar sozinho. Confira as três estratégias vitoriosas de uma vida de comunhão: à mesa, no caminho e nos retiros.

  • Jesus e a serpente no deserto

    Reflexão

    Esse episódio de Números aponta diretamente para Cristo. Jesus declarou que, do modo por que Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo o que nele crê tenha a vida eterna.

  • Baralho: simbologia e comportamento

    Reflexão

    As cartas do baralho possuem uma simbologia com intencional significado espiritual e gera um comportamento. Um jogador de cartas é conhecido por ser manhoso, especulador, hipócrita, mentiroso, que camufla suas intenções, esconde seu jogo, suas cartas.

  • Gente digna

    Liderança Pastoral

    Existe muita gente digna.Pessoas que merecem o maior respeito e consideração por trazerem significativa contribuição para a sociedade.Gente que gosta de gente.Gente que se importa.Gente que dá importância a outros e,por isso,ganha importância de outros.

  • As dez minas

    Reflexão

    Jesus nos fala sobre a história de dez servos com dez minas. Assim como estes servos, recebemos minas do Senhor, dons e talentos para serem usados.Ele voltará a qualquer momento e nos perguntará o que temos feito com as minas que recebemos.

  • Verbos poderosos: Bendizer

    Gestão de Pessoas

    Pequenas coisas revelam em si um grande Deus. O Senhor se propôs ao papel de criar todas as coisas e nos beneficiar com sua criação. A nós cabe o papel de bendizê-lo por tudo. Bendizer é, portanto, um ato de coerência e consciência.

  • Verbos poderosos: Honrar

    Gestão de Pessoas

    Há alguns verbos muito repetidos e enfatizados pela Bíblia que, quando conjugados, trazem efeitos poderosos sobre nossas vidas, como por exemplo o verbo honrar. Honrar alguém é colocar um valor maior na pessoa que em qualquer outra coisa.

  • Deixa meu povo ir: nostalgia

    Reflexão

    E no caminho para a terra prometida tinham um olhar pra trás, pra baixo e ensimesmado. Murmuravam com saudades, com nostalgia do tempo de escravidão no Egito. Devemos sair do Egito e tirar o Egito de nós mudando o nosso olhar enquanto caminhamos.

  • Deixa meu povo ir: engano e medo

    Reflexão

    Moisés pensou que faraó estava sensível a ponto de pedir orações.Falsa espiritualidade! Ele estava camuflando suas intenções malignas, encobrindo suas garras assassinas.Ainda hoje, precisamos ser libertos de tanto engano e medo que quer nos envolver.

  • Deixa meu povo ir: sincretismo e rebeldia

    Reflexão

    Temos que sair do Egito e tirar o Egito de dentro! Para sair, enfrentamos pelo menos cinco tentativas que o Egito usa para nos manter presos, todas expressas nas palavras de faraó. Uma luta externa é o sincretismo e uma luta interna é a rebeldia.

  • Deixa meu povo ir!

    Reflexão

    O Egito é uma figura que representa os poderes e estruturas deste mundo que querem nos manter reféns e à serviço de seus interesses.Precisamos declarar: pra fora do Egito! Mas também determinar: pra fora, Egito! Isso mesmo: duplo desafio.

  • Perdidos e achados

    Reflexão

    Jesus contou três histórias: da ovelha perdida, da dracma perdida e do pai que tinha dois filhos. Quando lidas em conjunto, as parábolas refletem verdades que nos fazem pensar sobre o título deste artigo: perdidos e achados.Boa oportunidade para refletir.

  • Esperteza demais para mim

    Gestão de Pessoas

    Jesus conta-nos a história do administrador infiel e como com esperteza este prestou contas de sua gestão ao ser flagrado defraudando os bens de um homem muito rico. Veja algumas lições importantes.


Página 7 de 12 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 « anterior | próxima »