Rodolfo Garcia Montosa - Autor - Instituto Jetro

carregando...
Home > Autores > Rodolfo Garcia Montosa

Rodolfo Garcia Montosa

Rodolfo Garcia Montosa

Graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP e Teologia pela FTSA, pós-graduado em Administração Financeira pela FGV-SP e MBA Executivo pela USP- SP.

É diretor e fundador do Instituto Jetro. Foi colunista da Revista Igreja e da Revista Saber e Fé. Fez parte dos Conselhos da Editora Mundo Cristão, e atualmente faz parte da Missão Portas Abertas e da Fundação Eduardo Carlos Pereira.

Pastor titular da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina e empresário no setor de serviços, sendo diretor presidente da BR Consórcios, empresa que administra diversas marcas de Consórcios no Brasil.


Veja os artigos de Rodolfo Garcia Montosa

  • Sete características de um servo

    Reflexão

    O exemplo de João Batista nos possibilita conhecer as sete características de um servo. O servo sempre é fruto da oração de alguém,traz alegria aos seus pais e a muitos. É separado, disciplinado e cheio do Espírito Santo.Conheça as demais características.

  • Desfrutando da bondade

    Reflexão

    Jesus é a bondade em pessoa. Agora, olhando para a humanidade, mesmo focando nossos olhos na cristandade, surge a pergunta: e nós, somos bons? A dúvida aumenta quando lemos o que Jesus declarou: Ninguém é bom senão um, que é Deus.

  • Desfrutando do amor

    Reflexão

    Recebemos a semente do ágape de Deus que deve crescer sem limite em nossos corações. Assim acontecendo em nós, o ágape vai potencializar o amor dentro da família, entre amigos, entre cônjuges, estendendo-se ao próximo.

  • A lenha da contribuição

    Reflexão

    Paulo dedica um bom espaço para incentivar os irmãos a compartilharem seus recursos com outros mais carentes e necessitados, deixando claro que existe uma grande alegria reservada para a contribuição. Ela acontece em pelo menos três dimensões.

  • Celebrando a reforma

    Reflexão

    O dia 31 de outubro de 1517 marca um movimento que Deus estava fazendo na história de retomada da igreja aos princípios do evangelho.Os principais fundamentos podem ser sintetizados nos 5 Somentes ou 5 Solas.

  • Pilares da nossa salvação

    Liderança Pastoral

    De fato, toda a iniciativa para nossa salvação vem de Deus. Deus fez isso, pois é rico em misericórdia (coração que se achega aos miseráveis). Não somente se aproximou, mas decidiu demonstrar o favor que não mereceríamos. Isso é chamado de graça.

  • O pensamento reformado sobre a redenção da humanidade

    Reflexão

    O homem é totalmente incapaz de salvar a si mesmo devido à queda do Éden ter sido total. Se não pode salvar-se, então Deus tem que salvá-lo. Se a salvação é de Deus desde o início, então o fim também será de Deus.

  • A lenha da perseverança

    Reflexão

    Somos encorajados por uma galeria de heróis que perseveraram nas provações e venceram pela fé. Com efeito, temos necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcancemos a promessa.

  • Fundamentos da humildade de Cristo

    Reflexão

    Devemos aprender de Jesus a humildade para que nossa vida não descarrilhe para o cansaço e sobrecarga. Podemos observar os fundamentos da humildade de Cristo em três dimensões da vida: perante Deus, perante as pessoas e perante si mesmo.

  • Fundamentos da mansidão cristã

    Liderança Pastoral

    A mansidão é necessária para esperar o agir de Deus, para não nos deixar dominar pelo medo, para blindar o coração contra as angústias que nos invadem nos tempos de tempestades.

  • A ética do reino de Deus

    Reflexão

    A ética não nos faz entrar no reino de Deus, mas o reino apresenta uma ética própria e bem definida. Dentre muitos padrões éticos exigidos na Bíblia, Jesus apresenta um resumo de três principais pilares da ética do reino de Deus.

  • A natureza do reino de Deus

    Reflexão

    Não há alegria sem paz, nem paz sem justiça. A justiça, paz e a alegria são interdependentes e coexistentes no reino de Deus. Não há um sem o outro. Perante Deus, só alcançamos justiça plena através de Jesus Cristo.

  • Autoridade do reino de Deus

    Liderança Pastoral

    Jesus recebeu a autoridade do reino de Deus sobre tudo e todos, nos céus e na terra, para fazer absolutamente tudo o que quer e ordenar que seja feita a sua soberana vontade.

  • A realidade do Reino de Deus

    Reflexão

    É interessante observar que, dentre outras coisas, todo reino possui rei, território, povo, representantes, exército, constituição, príncipe e noiva. Não é diferente com o reino de Deus.

  • Por que Jesus morreu na cruz?

    Reflexão

    Não foi Judas, por dinheiro, os sacerdotes por inveja, o povo por ódio, Pilatos por omissão, Satanás por manipulação, nem você e eu por qualquer outra razão. Foi seu amor por nós que o levou à cruz .

  • Santidade na vida

    Liderança Pastoral

    Para alguns, santidade é algo antiquado e retrógrado, motivo para desprezo de sua importância. Para outros, santidade é legalismo moralista, uma longa lista de proibições, motivo para arrogância do tipo: -sou mais santo que você-.

  • Encontrando alívio e descanso

    Liderança Pastoral

    A vida traz consigo suas cargas e sobrecargas, pesos e sobrepesos. São incontáveis as aflições, adversidades, ameaças e perigos que sobrevêm sobre o ser humano.Somos vítimas e réus. Sofremos e causamos dor. Chega o tempo que nos sentimos sobrecarregados.<

  • Santidade nos olhos

    Reflexão

    Jesus afirma que tudo está no olhar. A vida é uma questão de ponto de vista, opinião, perspectiva, visão.Se o olho é bom, todo o corpo será cheio de luz. Mas se for mau, o corpo será cheio de trevas.Como você vê a vida determina se você está em luz ou não

  • Conhecendo a Deus no cicio, como Elias

    Liderança Pastoral

    Deus fala no cicio, no sussurro, no silêncio. O profeta Elias experimentou isso na prática. O texto indica três tipos de movimentos (barulhos) que nos inspiram a identificar barulhos que devem ser silenciados.

  • Jesus, o cordeiro santo de Deus

    Reflexão

    Jesus nasceu, viveu e morreu em santidade! Do começo ao fim, sem pecado. De eternidade a eternidade, santo. A nossa Festa da Páscoa está pronta, agora que Cristo, o nosso Cordeiro da Páscoa, já foi oferecido em sacrifício.


Página 4 de 11 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 « anterior | próxima »