Mathias Quintela de Souza - Autor - Instituto Jetro

carregando...
Home > Autores > Mathias Quintela de Souza

Mathias Quintela de Souza

Mathias Quintela de Souza

É Mestre em Missiologia pela Faculdade Teológica Sul Americana (FTSA). Pastoreou diversas igrejas: Maringá, Apucarana, Arapongas e Curitiba (PR), São José do Rio Preto (SP), Campo Grande (MS) e Florianópolis (SC).

Em janeiro de 1998 ingressou no corpo pastoral da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina atuando nas áreas de Educação Cristã, Missões e o processo de transição para Igreja em Células. Foi jubilado em 20 de dezembro de 2009 e continua  na IPI de Londrina atuando em seu corpo pastoral.


Veja os artigos de Mathias Quintela de Souza

  • Reforma da cidadania

    Liderança Pastoral

    Lutero ensinava que o crente, por ser servo de Cristo, é servo de todos. Por isso ele paga impostos, respeita e honra as autoridades, cumpre todos os seus deveres cívicos por dever de consciência e não por medo das penalidades da lei.

  • Somente a Escritura como regra de fé e prática

    Liderança Pastoral

    Na época que antecedeu a Reforma, o povo não tinha acesso à Bíblia, que ficava sempre escondida. Lutero, por exemplo, descobriu uma cópia acorrentada num convento da ordem agostiniana. Bendita descoberta de Lutero!

  • Ananias, discípulo exemplar

    Liderança Pastoral

    As lições da vida de Ananias são importantes porque todos nós, antes e acima de tudo, somos seguidores (discípulos) de Jesus. O compromisso para ser e fazer discípulos é a melhor maneira de louvar e adorar o Senhor. Vamos destacar algumas destas lições.

  • Palavra de Ânimo ao abatido

    Reflexão

    Todos nós,estamos sujeitos às tribulações tanto na nossa vida interior quanto na nossa vida externa. No entanto, Paulo afirma que somos abatidos, porém não destruídos.No entanto, quanto maior for o sofrimento,maior será o conforto que receberemos de Deus<

  • Meditação Cristã

    Reflexão

    Meditar significa submeter a um exame interior.Essa meditação não tem nada a ver com qualquer prática de misticismo oriental que pretende "escutar a voz de Deus" através de revelação extra-bíblica. O conteúdo da meditação é sempre a Bíblia.

  • O governo de Cristo sobre as emoções

    Reflexão

    Você pode ter sido ignorado, humilhado, injustiçado ou ainda perseguido. Como controlar as emoções ao ser ofendido? Como transformar sentimentos de dor, rejeição, tristeza e desamor? Cristo vivenciou estes sentimentos e nos deu condições para vencê-los.

  • A Igreja flutuante

    Reflexão

    É como "super-mercado" com opções variadas de consumo. Vão sempre onde recebem mais. Jamais entendem o culto como oferta a Deus, mas como oportunidade de receber benefícios. Se gerarem filhos espirituais não assumem a paternidade.

  • Você é ensinável?

    Liderança Pastoral

    Se não somos ensináveis, o momento é oportuno para mudarmos de atitude para o bem da nossa vida cristã e do nosso ministério. Precisamos estar dispostos a aprender, rever e mudar, para que tenhamos odres novos para o vinho novo.

  • Brasil: responsabilidade nossa

    Liderança Geral

    Pela porcentagem de evangélicos no Brasil, a situação do nosso país deveria estar muito melhor. Que ações são necessárias para que nós cristãos, e especialmente os líderes, façamos diferença nesta nação?

  • A felicidade da mansidão

    Reflexão

    O Senhor permite situações na vida dos líderes para que, uma vez amansados, tenham todo seu potencial sob controle. Somente assim há verdadeiro descanso.

  • O exercício do ministério

    Liderança Pastoral

    Há atitudes e princípios inegociáveis no exercício do ministério cristão, como sermos mordomos, servos e facilitadores do ministério dos demais crentes. Só agindo assim, biblicamente, é que Deus pode ser glorificado através de seus ministros.

  • Fé que remove montanhas

    Reflexão

    Precisamos seguir o exemplo da liderança da igreja de Antioquia que buscava a direção do Espírito Santo através de oração e jejum. O resultado foram as viagens missionárias de Paulo e a plantação de várias igrejas.

  • A vereda dos justos

    Reflexão

    A vereda dos justos é como a luz da aurora que brilha mais e mais até ser dia perfeito porque começa bem, na largada; prossegue bem, na travessia; termina bem, na chegada.

  • O serviço legitima a autoridade

    Liderança Pastoral

    Líderes que usam autoridade para servir têm sucessores. Eles vão até o fim e passam o cajado. Líderes que se servem da autoridade para benefício pessoal são substituídos. Pois é o serviço que legitima a autoridade.

  • Marcas da liderança para os dias de hoje

    Entrevistas

    Pastor Mathias Quintela fala sobre as características do mundo pós-moderno que impactam a igreja e as marcas que devem definir o perfil dos líderes e pastores que atuam diante dos desafios de nossos dias.

  • O modelo de liderança cristã

    Reflexão

    O conhecimento da natureza da liderança cristã é importante para nos ajudar na escolha e comissionamento de líderes. Jesus precisou de paciência e amor para treinar seus discípulos, que pareciam ter expectativas diferentes e até erradas sobre liderança.

  • A fé que supera limites

    Reflexão

    O justo viverá pela fé... Viver pela fé é viver além dos limites do que enxergamos e do que julgamos ser possível ou não. Sua fé tem superado seus próprios limites?

  • Dos sonhos a uma vida frutífera

    Reflexão

    A história de José, filho de Jacó, leva-nos a ver como um sonhador é preparado, através da dura realidade, para o cumprimento dos propósitos de Deus em sua vida.

  • Do serviço voluntário à missão de servo

    Reflexão

    Três fases marcaram a vida de Moisés, homem cheio falhas e limitações, mas que se permitiu, através da submissão, ser provado e aprovado pelo Senhor. Primeiro, ele pensava que era tudo; depois aprendeu que não era nada e então viu que Deus era tudo.