Liderança: os diferentes estilos e seus resultados - Gestão de Pessoas - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Gestão de Pessoas > Liderança: os diferentes estilos e seus resultados

Liderança: os diferentes estilos e seus resultados


Publicado em 19.08.2014

Quando o assunto em foco é a liderança, os diferentes estilos que um líder pode adotar é um dos tópicos sempre presente. A esse tópico dá-se o nome de Liderança Situacional, ou seja, a pessoa adota um estilo de liderar conforme a situação vivenciada. Basicamente esses estilos podem ser assim classificados: Autoritário, Democrático, Liberal e Paternalista. Cada estilo possui suas características e todos podem ser aplicados.

O que determina o estilo a ser adotado pelo líder são dois importantes fatores: o grau de maturidade (experiência técnica) da equipe e o seu nível motivação. Dessa forma, ao liderar uma equipe imatura profissionalmente e desmotivada, a pessoa deve adotar um estilo Autoritário. No qual o líder estabelece as ações, sem consulta à equipe, que nesse momento ainda não possui condições para auxiliá-lo. Caso encontre uma equipe imatura mas com motivação, o líder deve ser Democrático, explorando as ideias da equipe e alcançando maior nível de comprometimento de seus membros. Diante de uma equipe madura e motivada, a liderança mais adequada é a Liberal, de modo que a melhor ação do líder é tentar não atrapalhar o que está indo muito bem, porém sempre acompanhando a equipe. E com uma equipe madura, mas desmotivada, o estilo Paternalista, que vai resgatar essa motivação perdida em algum momento e gerar segurança à equipe, deve ser adotado.

Claro que essa variação de estilos requer muita habilidade do líder, que precisa saber o momento correto de cobrar, corrigir, elogiar, reconhecer e agradecer. E não há um tempo exato para a aplicação de cada estilo. É fundamental que o líder tenha sempre a visão dos objetivos a serem alcançados. Agora, o que é possível dar como certo é o insucesso, caso o líder adote apenas um estilo e baseie nele todas as suas ações e decisões.

Uma equipe que possui um líder somente autoritário, logo estará cansada e frustrada diante da falta de reconhecimento e excesso de cobranças. Já em outra equipe, liderada por uma pessoa que procura ser Democrática em todo tempo, pode sentir-se preocupada diante da demora na tomada decisões e ações para o alcance dos objetivos. E o estilo Paternalista, se usado em excesso, pode camuflar erros e inconstância das equipes, além de torná-la insegura diante das adversidades.

Liderança Paternalista
 
E a história recente nos evidencia esse conceito. Como um time como a Seleção Brasileira, formada por jogadores com experiência e títulos internacionais, apresentou um futebol tão fraco, inconstante e vergonhoso? Além de todo o clima de pressão existente, que muito interferiu no emocional da equipe, a insistência no estilo de Liderança Paternalista provocou, diante da adversidade, um sentimento na equipe: O que vamos fazer agora? Além de não desenvolver na equipe em campo, líderes capazes de chamar a atenção, cobrar ou simplesmente retomar o fôlego diante do massacre da seleção campeã mundial.

Ao praticar somente o estilo Paternalista, o líder da equipe Brasileira, comprometeu-se com esse grupo, um ano antes, de que eles estariam na Copa do Mundo. Permitiu exposições em excesso à mídia. Consentiu com vaidades pessoais e autorizou folgas em demasia. Uma das principais características desse estilo é a relevância de condutas erradas e até medíocres pela equipe, para que a motivação correta retorne à equipe. Porém, assim que identificada essa postura, o estilo do líder deve ser revisto e adaptado a essa nova fase da equipe.

Pouco adianta o líder insistir no mesmo estilo e não desenvolver outros e logo em seguida, assumir para si, totalmente a culpa. Esse é apenas outro fato que evidencia a adoção de um único estilo durante todo o processo. O mais importante em uma equipe, é apresentar resultados relacionados ao seu desenvolvimento. Pouco importa quem são os culpados. O foco deve ser corrigir falhas, superar dificuldades e melhorar sempre. E a recente história, nos mostra que, além de praticar diferentes estilos, a liderança também requer aprendizado contínuo, humildade e constante avaliação daqueles que se dispõe a encarar o grande desafio de influenciar pessoas.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com 

Leia Também
As formas de liderança 
Liderança situacional: maturidade é a chave
Um enfoque sobre liderança pastoral

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/gestao-de-pessoas/lideranca-os-diferentes-estilos-e-seus-resultados.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Liderança: os diferentes estilos e seus resultados
Autor: Rafael Favil Santos

Mais Lidos

carregando...

Comentários