Entenda o que é treinamento e desenvolvimento - Gestão de Pessoas - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Gestão de Pessoas > Entenda o que é treinamento e desenvolvimento

Entenda o que é treinamento e desenvolvimento


Publicado em 22.06.2009

Este é o terceiro artigo de uma série de oito que será publicada sobre todos os subsistemas em gestão de pessoas. Clique sobre o nome do autor para ler os anteriores.

Em outro artigo que escrevi “Gestão de pessoas: o papel de treinamento e desenvolvimento” disse que aprecio a idéia de que treinamento são atividades de aprendizagem voltadas para a função realizada pela pessoa. E desenvolvimento são voltadas para a carreira da pessoa. Aprecio por sugerir uma forma mais interessante tanto para o indivíduo como para a organização no momento de investir nos dois processos. Nesta mesma linha quero reforçar a importância desses processos e desmistificar a idéia de que apenas grandes organizações devem adotar essas práticas.

A partir do momento em que o novo colaborador está integrado na organização, ele precisará conhecer o “modo” como os processos e as ferramentas são geridos. Por exemplo, uma pessoa com experiência em recepção pode ter sido contratada para desenvolver atividades semelhantes às da empresa anterior. Porém, qual o padrão de atendimento esperado? Ela atenderá apenas as pessoas ou também ao telefone? Existe distribuição de senhas? Roteiro de atendimento? Qual o impacto das atividades dela no processo global de atendimento? O que ela precisa saber (estrutura física e processos) para tornar o atendimento ágil e eficaz?

Apesar de a experiência profissional representar um fator de peso na contratação, após a integração, o novo colaborador deve ser treinado, desde os valores da organização até os aspectos técnicos. Considerar que o novo colaborador irá aprender observando outros pode ser uma armadilha. Ocorre que um colaborador mais antigo pode transmitir maus hábitos ou vícios que não condizem com o desejado, por estar em outro nível de conhecimento e motivação pessoal.

Mas, treinamento e desenvolvimento não se referem apenas aos novos colaboradores. Devem ser ações constantes em organizações, independentemente de seu porte ou área de atuação. Pequenas equipes podem recorrer às instituições externas que realizam treinamentos sobre diversos assuntos. Equipes maiores podem formar turmas internas e contratar consultores para desenvolver treinamentos (in company).

O que qualquer organização não pode fazer é deixar de lado essa necessidade e acreditar que o bom senso das pessoas irá levar a organização adiante. As organizações são formadas por pessoas de classes sociais diferentes, educação distinta e personalidades variadas. Desta interessante mistura surgirão conflitos e barreiras na comunicação, entre muitas outras situações que exigirão treinamento. E as organizações que desejam se antecipar a essas dificuldades devem investir sistematicamente em treinamento.

De uma maneira simples, a organização pode levantar junto aos seus gestores ou líderes quais as principais necessidades em que as pessoas precisam ser treinadas (Levantamento das Necessidades de Treinamento - LNT) seja em aspectos comportamentais ou técnicos. Após isto, um orçamento deve ser previsto para o semestre ou para o ano. O próximo passo é procurar os fornecedores que atendam a essas necessidades. Eles podem ser consultorias externas, instituições de ensino ou estas soluções podem ser caseiras, com instrutores internos. Um cronograma com as datas deve ser elaborado conciliando os demais eventos da organização, conciliando reuniões, encontros da equipe de vendas para aplicação de treinamentos.

Uma vez estabelecido o LNT, nos demais anos são necessários apenas readequações visando novos temas de treinamentos, reforço do que não foi atendido no período que passou e revisão do valor a ser destinado para esse fim. Claro que isso exige que algum colaborador assuma o papel de controle das atividades de treinamento. Pois tão importante quanto treinar é o controle dos investimentos e avaliação dos resultados. Treinar só porque outras organizações fazem isso, é um grande desperdício de dinheiro e trabalho.

Com o tempo o treinamento estará aliado ao desenvolvimento, pois a pessoa que estiver na organização há algum tempo poderá ser capacitada em assuntos de carreira, como liderança e gestão pessoal. À medida que a empresa se desenvolve, as pessoas que estão nela também se desenvolverão, com motivação e comprometimento. E nisso percebem que vale a pena investir muito mais esforço e energia, do que somente pelo que são remuneradas.

Ao perceberem que a organização está comprometida com o seu desenvolvimento, o colaborador decide que todo conhecimento e habilidade adquiridos devem ser investidos na própria organização. Por isso, a organização que investe, em treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores, investe em si mesma.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia Também:
Desenvolver pessoas é desenvolver organizações
Entenda o que é gestão de pessoas
Gestão de pessoas: o papel de treinamento e desenvolvimento

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/gestao-de-pessoas/entenda-o-que-e-treinamento-e-desenvolvimento.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Entenda o que é treinamento e desenvolvimento
Autor: Rafael Favil Santos

Mais Lidos

carregando...

Comentários