Organização: perda ou ganho de tempo? - Administração Geral - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Administração Geral > Organização: perda ou ganho de tempo?

Organização: perda ou ganho de tempo?


Publicado em 05.04.2007

Sinônimos são definidos como "palavras que têm a mesma ou quase a mesma significação que outra". Ao procurar o sinônimo da palavra organização ou organizar você certamente não encontrará a expressão "economia de tempo" mas sim ordenar, arranjar, dispor. Porém, na prática do dia-a-dia, ao pensar em organização devemos pensar justamente nisso, em economia de tempo.  

O contrário de economia é desperdício. Pense por uns minutos na sua rotina. Não seria justamente isso que ocorre com você quando "gasta tempo" procurando algo que não se lembra onde colocou? Você já perdeu tempo em filas para pagamento de contas atrasadas? Papéis com endereços e telefones já desapareceram da sua escrivaninha? Você já se atrasou para compromissos porque não conseguiu juntar todos os papéis que precisava para participar? 

Que tipo de sentimentos estão envolvidos em situações desse tipo? Frustração? Insatisfação? Desânimo? Irritação? Stress? Dificilmente conseguimos escapar de um sentimento negativo frente a um ambiente desorganizado. Não há como negar. A desorganização nos faz perder um tempo (e até dinheiro) que poderia estar sendo utilizado de forma mais interessante. 

A necessidade da organização  

Seja na sua casa, na sua mesa de trabalho, na igreja ou em qualquer outro lugar onde você passa seus dias, a falta de organização e as situações decorrentes da sua ausência certamente impactarão a qualidade e a quantidade do seu tempo livre. Por todo o exposto, você certamente concorda que a economia de tempo, aliada aos sentimentos positivos que a acompanham, é um motivo e tanto para você começar a pensar em maneiras de se organizar melhor, em todos os ambientes por onde circula no seu dia-a-dia. 

Ao pensar um pouco mais sobre o contexto de nosso trabalho ou ministério podemos dizer que a organização está para o funcionamento de um escritório, ministério ou igreja como o esqueleto está para o corpo. Assim como as atividades desempenhadas pelo corpo são sustentadas e estruturadas sobre o esqueleto, também as mais diversas atividades envolvidas no funcionamento de um determinado lugar dependem de organização para o seu bom funcionamento. A ausência de organização prejudica, complica, atrasa e muitas vezes impede que atividades importantes ocorram. Não importa qual seja a sua justificativa para não se organizar, a ausência de organização sempre causará danos. Entenda isso. 

Causa e efeito

Um outro aspecto que pode lhe ajudar a começar a se organizar é entender qual é a causa da desorganização. Uma maneira simples é usar a famosa técnica da "árvore dos porquês" ou "árvore de causas". Para utilizar esta metodologia responda a pergunta "por que...?" a partir da conseqüência da desorganização. A cada resposta obtida repita a pergunta, seqüencialmente, até que não seja mais possível ou não se consiga mais responder o porquê da última causa constante da cadeia.

Vejamos um exemplo: Por que perdi o papel com a ata da reunião? Porque cheguei em casa e coloquei sobre a escrivaninha, junto com outros papéis. Por que colocou sobre a escrivaninha? Porque não tem um lugar específico onde guardar. Por que não tem um lugar para guardar? Porque preciso comprar pastas para guardar documentos. Por que não comprou as pastas? Porque não lembrei de ir na papelaria. Por que não lembrou? Porque não tenho anotado o que tenho que fazer. Por que não tem anotado? Porque sou indisciplinada.

Esta metodologia deixa claro que a causa é a indisciplina e a perda da ata é o efeito desta causa. Assim, para tentar solucionar o efeito trabalhe diretamente na causa. Em grande parte dos casos, a causa vai ser a procrastinação, ou a preguiça, ou o desânimo ou ainda a falta de espaço. O certo é que as situações constrangedoras são somente a "ponta do iceberg". Se você não trabalhar as causas, dificilmente chegará em um ponto satisfatório de organização.

Faça economia 

Comecei este artigo mostrando que o ato de organizar a sua vida gera uma economia do tempo. A princípio, porém, você pode ter a impressão de estar gastando minutos preciosos colocando cada coisa no seu lugar e destinando um lugar para cada coisa. Mas, a quantidade de tempo que vai sobrar posteriormente resultará também em qualidade de tempo. Por isso, comece já a pensar como você vai gastar o seu tempo livre. 

Além deste aspecto, que está diretamente relacionado a uma vida com mais qualidade, mais eficiência e menor nível de stress, gostaria de lembrá-lo que você também fará economia de dinheiro. Isto porque muitas situações de desorganização estão relacionadas com atrasos em pagamentos e extravio de boletos, ou seja, desorganização financeira.

Agora que você está motivado e deseja se organizar, no próximo artigo apresentarei uma série de dicas práticas e pequenos passos para você não perder mais tempo.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia Também:
Organize-se
Conhece-te a ti mesmo: diagnóstico organizacional
A bíblia e o clima organizacional 

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/administracao-geral/organizacao-perda-ou-ganho-de-tempo.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Organização: perda ou ganho de tempo?
Autor: Adriana Pasello

Mais Lidos

carregando...

Comentários