Artigos

Compartilhe

Liderança Pastoral

Construtores de sonhos


Alguém disse acertadamente que a diferença entre a pessoa bem sucedida e a mal sucedida é a realização dos sonhos. Chesterton declarou com muita lucidez: "Dizer que um homem é idealista significa meramente dizer que é um homem". Sonhar significa pensar grande, pensar longe, visualizar o futuro (mesmo que ele pertença a Deus). Os grandes sonhadores que se tornaram realizadores entraram para a História.

Os grandes descobridores fazem parte daqueles que sonharam e realizaram. Entre o sonho e a realização há um caminho difícil, muitas vezes doloroso, a percorrer. Muitos morreram antes da realização dos sonhos. Outros foram levantados para a sua concretização. Então, as pessoas relevantes na História são aquelas que sonharam, planejaram e executaram com excelência, com paixão, e deixaram as suas marcas, a sua herança para outros.

Construir demanda esforço 

O verbo construir está no infinitivo e demanda esforço, dedicação, perseverança e competência ao longo da vida. Toda a construção planejada demanda uma capacidade imensa de percepção e gestão. Construir é trazer do abstrato para o concreto. É tornar uma ideia algo visível e palpável. Realizar sonhos tem a ver com vidas. Podemos investir em pessoas. Ossonhadores que realizam, motivam pessoas. Elas são inspiradoras e motivadoras. Trazem pessoas na inércia para uma vida dinâmica e produtiva sem entrar pela via do ativismo. Idealizar e realizar contribuem para a dignidade do homem feito à imagem e semelhança de Deus.

Quando sonhamos e colocamos em prática, podemos contribuir para tirar pessoas da marginalidade e colocá-las no caminho da criatividade e da utilidade. Recentemente tivemos o belíssimo exemplo no trabalho do nosso artista plástico Vick Muniz, que resgatou pessoas do lixão de Gramacho, Duque de Caxias, no seu filme "Lixo Extraordinário", sensibilizando as autoridades para o seu fechamento.

Jesus, nosso modelo

Jesus é o nosso modelo de alguém que tinha consciência de Sua missão (Lc 19.10) determinada pelo Pai e a realizou plenamente em Sua vida sacrificada por nós na cruz. Ele andava por toda a parte fazendo o bem (At 10.38). O Seu trabalho notável é a reconciliação do homem com Deus (2 Co 5.18-20). Jesus quebrou paradigmas que eram defendidos pelos religiosos judeus e aristocráticos gregos e romanos de sua época. Valorizou as mulheres e deu-lhes dignidade. Podemos dizer que os sonhos do Pai foram concretizados plenamente em Cristo, o Filho, desde a Criação à Redenção. Em Cristo todo o que crê é reconstruído à imagem do Pai para uma vida de pleno significado. Aqueles que estão em Cristo são idealizadores e realizadores visando ajudar os que estão perdidos, sem rumo.

Seja na vida pessoal, familiar, igreja e sociedade de um modo geral, a construção de sonhos é fundamental. Na sua edificação devemos inovar, criar com a sensibilidade e inteligência que nos foram dadas por Deus. Somos desafiados a estabelecer metas arrojadas e meios éticos que glorifiquem a Deus. Idealizar sonhos é ser um artista, usar o talento e os dons para mudar esta sociedade egoísta, ativista e consumista que tem perdido o próximo de vista.

No processo de edificarmos sonhos devemos fazê-lo para eliminarmos a miséria, diminuirmos consideravelmente a pobreza na formação de uma sociedade mais igualitária e solidária. Trabalharmos para o crescimento das pessoas, criarmos oportunidades. Levarmos pessoas a consolidarem o seu espaço, saindo de si mesmas para servirem ao próximo.

Na tarefa sublime de construirmos sonhos somos desafiados a mudanças significativas na sociedade. Gandhi tinha o sonho de libertar a Índia do domínio britânico e o fez sem derramar uma gota de sangue. O presidente Juscelino Kubischeck idealizou Brasília, com a expansão do centro-oeste, e a viu concretizada. O pastor Martin Luther King sonhava com a convivência amorosa e pacífica entre brancos e negros norte americanos. Foi assassinado, mas o seu sangue foi a semente que germinou para a sua realização. Hoje, os americanos têm um presidente negro. Os que idealizam e constroem são proativos e revolucionários, os que fazem toda a diferença e escrevem capítulos muito interessantes na História. Homens e mulheres que trabalharam para melhorar a vida das pessoas estão nesse grupo seleto.

Vamos construir sonhosSonhos que valem a pena. Que contribuam para o benefício da humanidade. Sonhos que ajudam a levantar os que estão à margem de uma sociedade narcisista. Construamos sonhos magníficos e que dignifiquem o Criador. Sejamos coadjuvantes na construção de uma sociedade melhor. Sonhemos com base nos valores do Reino de Deus. Mobilizemos pessoas a darem o melhor de si. Que o Pai nos livre de sermos famosos, mas nos conceda a graça de sermos notórios - deixarmos uma herança que contribua para o progresso do homem. Apoiemos as iniciativas nobres e solidárias. Seja Deus exaltado nos nossos ideais e na sua realização! Que sejamos construtores de sonhos.  

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia também
Como será o amanhã
Líder: Abra mão dos seus sonhos
A mente do líder cristão