Artigos

Compartilhe

Liderança Pastoral

Força para Mover


Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo? (Jeremias 12.5a).

Observando meu filho jogar vídeo game, pude perceber seu grande entusiasmo num novo jogo de corrida. Aaston Martin, Porsche, Camaro, Mustang são algumas das marcas com as quais ele tem se divertido ultimamente. Ao “curtir” com ele alguns modelos verificamos que um, em especial, possui incríveis 600 cavalos de potência.

Cavalos-força, do inglês horsepower, é uma unidade de medida de potência, geralmente utilizada para medir a força de motores. Assim, o cavalo representa movimento, ação, robustez e podemos associar ao cavalo, ainda, beleza e virilidade, formosura e vigor, encanto e pujança.

O profeta Jeremias, ao constatar a frieza espiritual de Israel, exerceu seu ministério de maneira tão contundente, que chegou a ponto de ser ameaçado de morte. E diante desse cenário ergue a voz em queixa e lamento ao Deus de Israel. Sua obediência aos céus o estava tornando inestimado e cansado na terra.

A resposta de Deus é simplesmente surpreendente: Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo? (Jeremias 12.5a). Muito antes dos motores terem sua força medida por cavalos, o nosso Deus já desafiava seus filhos e obreiros a terem robustez e coragem acima da média. Impressionante como o ser humano se adapta rapidamente a padrões medianos, se distanciando da plenitude que pode alcançar. Daqui a pouco estaremos tão adaptados, que, aquilo que poderia nos impulsionar, vai acabar gerando em nós conformismo e estagnação.

Assim, Deus encoraja o profeta e a todos nós a não nos acomodarmos com baixos padrões, mas que possamos acreditar que somos capazes de correr com cavalos, superando as barreiras e limites aparentes. Quando achamos que atingimos o extremo da capacidade e que não conseguimos mais nos mover, a força que vem do alto nos conduz a novos limites e ganhamos novos patamares, corremos com a força de muitos cavalos e atingimos alvos nunca antes imaginados.

Podemos lamentar e queixar, mas a voz do Senhor nos dá potência para nos movermos na direção de algo novo e melhor que está por vir. Novas crises, novas oportunidades. A fronteira do medo e do desânimo pode imobilizar a muitos, mas correr para os braços de Jesus é a garantia de que sempre teremos força para nos mover nele, por ele e para ele. Aleluia!

Artigo originalmente publicado no site da IPILON

Leia Também