Quando a dificuldade do líder é a comunicação - Reflexão - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Reflexão > Quando a dificuldade do líder é a comunicação

Quando a dificuldade do líder é a comunicação


Publicado em 16.05.2008
Um bom líder não é necessariamente alguém perfeitamente eloqüente, extrovertido, dado a falar em público sem o menor constrangimento. Moisés é o típico personagem da Bíblia que se sentia limitado em sua forma de se comunicar, mas que foi usado por Deus, apesar de suas limitações.
 
Quando Deus falou com ele e lhe chamou para tirar o povo do Egito, a primeira questão que Moisés apresentou para dizer que não seria o líder certo foi: "Quem sou eu para apresentar-me ao faraó e tirar os israelitas do Egito?" (Ex 3:11). Moisés parecia se considerar uma pessoa sem expressão alguma. Apesar de ter conhecido os bastidores do poder, de ter habitado na corte do Egito e ter sido criado pela filha de um faraó, ele se considerava sem nenhuma influência. Talvez sua figura simples, de pastor de ovelhas, fosse realmente "apagada", cansada. Que expressão teria um pastor diante do trono de faraó?
 
Moisés não era exemplo em marketing pessoal e não se considerava a melhor imagem para representar Deus diante das autoridades do Egito. Então, se achou inadequado. Quantos hoje também se consideram assim? Talvez olhem para sua aparência física, suas roupas, seu vocabulário limitado, seu currículo e não se sentem capazes para liderar.
 
Moisés também chegou a pensar que nem falando em nome do Senhor acreditariam nele! (Ex 4:1). Penso que, mais que uma questão de auto-estima ou de acreditar ou não em sua capacidade, a grande barreira no coração de Moisés era a incredulidade. Como Moisés, muitas vezes estamos dando desculpas a Deus, enfatizando nossas limitações para não encaramos os desafios, quando, na verdade, o problema não é exatamente nossa incapacidade natural, mas a nossa falta de fé no sobrenatural.
 
Mesmo depois de Deus fazer sinais e maravilhas diante de seus olhos, Moisés ainda questionava a decisão de ser usado pelo Senhor e voltou a olhar para si mesmo, enfocando sua dificuldade de se comunicar. Alguns estudiosos afirmam que Moisés era gago. Ele disse: "Ó Senhor! Nunca tive facilidade para falar, nem no passado nem agora que falaste a teu servo. Não consigo falar bem!". Numa outra tradução: "Ah, Senhor! Eu não sou eloqüente [...], sou pesado de boca e pesado de língua" (Ex 4:10).
 
Em todas as questões que Moisés apresentou, a resposta do Senhor foi a mesma: "eu serei contigo, não se preocupe". Deus se revelou pela primeira vez como o EU SOU. Ali se apresentou como quem seria a boca de Moisés, quem seria sua força e sua capacitação. Moisés não deveria se preocupar com o que falar. Deus o ensinaria. E ainda proveu outra forma de dar suporte ao ministério de Moisés: levantou Arão, que o auxiliaria em sua dificuldade. Não há limitação que possa nos paralisar quando Deus decide nos usar! E ele não só nos capacita, mas levanta outros para andarem conosco, dando suporte ao nosso ministério.
O chamado a todo cristão de pregar o Evangelho passa pela necessidade de se comunicar, de falar, de propagar... Eloqüência, objetividade, clareza nas palavras, tudo isso é importante para se transmitir bem uma mensagem. São habilidades que podem (e devem) ser desenvolvidas na vida do líder com o passar do tempo, com treinamento, muita leitura, cursos, técnicas.
 
Mas, antes de tudo, o líder cristão deve ter o caráter de Cristo, que pode ser comunicado com atitudes, gestos, posicionamentos, e não necessariamente com palavras. Mais importante que a habilidade de pregar com destreza e falar para multidões é ter autoridade e sabedoria nas palavras, graça em cada abordagem, virtude de saber ouvir, capacidade de dizer a verdade em amor, discernindo a hora e o momento certos para lançar cada palavra. Assim é que Jesus tocava a vida das pessoas e transmitia sua mensagem de amor. Isso sim é o maior desafio na comunicação de um líder! Falar bem, qualquer ímpio pode falar, e influenciar muitos. Tivemos líderes na história mundial que causaram horrores com o seu potencial de comunicação! Utilizar recursos midiáticos, ter grandes idéias e executar belos planos de comunicação, muitos podem! Mas falar com o amor, a autoridade e a sabedoria de Jesus. Isso é o que faz a diferença!
 
Aprendi com a história de Moisés que não devo focar meu olhar em quem eu sou. Devo tão somente olhar para o EU SOU, e confiar naquilo que ele me fará ser. O chamado de Deus não é para os que "falam bem", mas para aqueles que se dispõem a obedecer, correspondem ao chamado independentemente das limitações que acreditam ter, crendo que Deus os capacitará. O próprio Deus colocará as palavras certas em suas bocas.
 
Se você hoje se sente incapaz como Moisés se sentiu, lembre-se do que ele foi capaz de fazer nas mãos de Deus, e mude hoje mesmo sua forma de ver e cumprir o seu chamado.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/reflexao/quando-a-dificuldade-do-lider-e-a-comunicacao.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Quando a dificuldade do líder é a comunicação
Autor: Fernanda de Almeida Franco

Mais Lidos

carregando...

Comentários