Cuidando dos negócios do Pai - Administração Geral - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Administração Geral > Cuidando dos negócios do Pai

Cuidando dos negócios do Pai


Publicado em 27.06.2008

"Respondeu-lhes ele: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?" Lucas 2.49

É grande a discussão, no melhor sentido da palavra, hoje em dia sobre se devemos ou não estruturar algumas áreas da igreja ou mesmo profissionalizar algumas funções na área de gestão das organizações que prestam serviços ao Reino de Deus.

Fato é que em um mundo globalizado, pós-moderno e dinâmico no qual estamos inseridos, surgem a cada momento novas atividades e oportunidades para que possamos divulgar a Palavra de Deus. Pastores e líderes das mais diversas igrejas e instituições cristãs lançam-se rapidamente neste universo de possibilidades, mas, muitas vezes sem nenhum preparo ou orientação.     

Afirmo que, quase sempre, a intenção e o desejo de servir a Deus e Seu Reino são lícitos e verdadeiros, mas há algo mais a ser feito do que simplesmente de forma romântica e sonhadora nos aventurar no campo das produções e comércio de materiais impressos (livros, apostilas e outros), bem como de áudio (cd´s, Mp3, etc.), vídeos (dvd`s) e outros produtos que tanto aumentam sua demanda no "mercado gospel".

Ao nos depararmos com a leitura do texto acima na Edição Contemporânea e João Ferreira de Almeida somos despertados para o fato de que o próprio Jesus nos alertou de que é necessário cuidar dos negócios do Pai. Sem dúvida alguma, por mais que muitos ainda relutem em reconhecer, a igreja está envolvida em negócios. Para isso, deve utilizar dos recursos disponíveis da legislação para ser encontrada "aprovada" diante dos homens e de Deus.

É possível oferecer produtos de boa qualidade, de excelente e precioso (porque fala de coisas eternas) conteúdo de maneira séria, legal e abençoadora aos cristãos que desejam ser equipados para seu ministério ou para seu crescimento espiritual. Para tanto, é necessário lembrarmos que como igreja, instituição religiosa sem fins lucrativos, portadora de diversos benefícios de isenção tributária, não podemos estar envolvidos com compra e venda de produtos que caracterizem comércio e obtenção de lucro sobre esta atividade.

É preciso então, que seja feita uma boa gestão das editoras e livrarias evangélicas, não mais de forma amadora e simplista, mas agora obedecendo aos registros em órgãos públicos (como ABNT, por exemplo), preservando e recolhendo direitos autorias (como ECAD) e emitindo documentos fiscais regulares, através de um CNPJ próprio, na compra e venda destes produtos, com respectivo recolhimento de impostos, mesmo que em baixa escala.

Precisamos sim atender aos desafios de expandirmos o Reino de Deus das mais diversas maneiras. Sonhos e visões precisam ser colocados em prática para que a obra continue. Dons e talentos precisam ser reproduzidos para que mais pessoas sejam alcançadas. Mas, simultaneamente a isto tudo, é preciso que alguém cuide dos negócios do Pai.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia Também:
Igreja: Um Corpo que precisa de cuidados
O exercício do ministério
Quem cuidará das ovelhas em nossa ausência

 

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/administracao-geral/cuidando-dos-negocios-do-pai.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Cuidando dos negócios do Pai
Autor: Pedro Leal Júnior

Mais Lidos

carregando...

Comentários